domingo, 10 de outubro de 2010

O que há?

Dia 2 de novembro de 2008. Massa saia de Interlagos vice campeão do mundo tendo colocado metaforicamente uma mão e quatro dedos na taça. A decepção era lógica. Um título perdido na última das setenta e UMA voltas é algo muito cruel para um esportista, tão quanto para seus fãs que viam ali naquelas 3 voltas a possibilidade de ver um piloto brasileiro campeão no Brasil.

Veio o ano de 2009, e com ele uma decepção. O Kers não era a carta na manga que todos pensavam ser. A Ferrari sofreu, não foi a única, mas dramaticamente passou 3 corridas sem fazer um ponto sequer. Massa passou 4, porém isso não o impediu de chegar a Hungaroring à frente de Hamilton e Raikkonen no campeonato de pilotos, em 5º, apenas atrás das Brawn’s e Red Bull’s. Vinha em alta, vinha de ser 4º saindo de 11º na Inglaterra e do primeiro pódio do ano uma corrida antes, na Alemanha. O brasileiro estava em grande fase dadas as proporções de momento.

Foi quando a mola do Brawn de Barrichello caprichosamente inerte dada a velocidade dos corpos foi abalroada pelo capacete de Massa, deixando-o de fora do restante da temporada.

Chegou 2010, e com ele Fernando Alonso à Maranello. Massa começou o ano bem. Chegou a liderar o campeonato, mas foi a partir da China que tudo começou a desandar. Falta de desempenho, regada à cobranças das mídias e da torcida. Varias teorias elaboradas, mas nada tido como verdade incontestável.

Afinal de contas... O que Aconteceu com Massa?

Onde está aquele piloto aguerrido que foi até 2009? Tenho 2 hipóteses para tentar explicar: 1. Felipe perdeu espaço na Ferrari e agora se sente pressionado tendo a figura (no sentido da personalidade) de Alonso ao lado no time, alguém muito mais presente e político do que Kimi Raikkonen. 2. Felipe não consegue se adaptar ao F10, que até onde se sabe, é um carro que possui dificuldade no aquecimento dos pneus, e por ter um estilo de pilotagem mais limpo, Massa sofre mais que Alonso.

São hipóteses muito na conta do meu achismo, confesso. Pode não ser nenhuma delas, como também podem ser ambas ao mesmo tempo. Pode ser sequela, embora não acredite nisso, há possibilidade, não seria o primeiro caso na F1. A verdade é que o Felipe Massa de 2010 está longe de ser o Felipe Massa que conhecíamos anteriormente, e pouco reflete isso tão bem como essa 12ª posição no grid em Suzuka hoje. Curioso é que Massa foi o único piloto que completou todas as corridas em 2010, mas é talvez o que mais esteja deixando a desejar. Coisas da F1...

2 comentários:

Pedro disse...

Talvez o mesmo que aconteceu com Kimi? Cansou? Perdeu o tesão? Viu o campeonato tão perto,perdeu. Tentou se reerguer, mas havia uma mola no meio do caminho. E aí a mulher ficou grávida, veio a criança, e uma ultrapassagem na entrada dos boxes na China. Aí fodeu. Será?

Marcos Antônio disse...

é hoje, ele quebrou o estigma , porrou logo na largada!rs

Mas Massa realmente não é mais aquele de antes, mas talvez seja a falta de motivação após aquela entregada em Hockemhein...enfim, dificil vai ficar pra ele se ocntinuar assim no ano que vem...