sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Polaris - Cold Blooded Justice


Conhecer bandas novas independentes é algo normalmente, convenhamos, bem desinteressante. Às vezes as ouvimos em festivais, às vezes por meio de amigos. Normalmente tendemos a ser bem críticos quanto ao som, as letras, as composições e a técnica. Confesso ter ouvido com esse olhar cético (não de propósito, claro) quando o meu amigo (vocal/guitarra) Matheus Tassinari me passou a primeira demo de sua banda, Polaris.

Mas... que demo. Sua banda recupera o Thrash Metal do começo dos anos 80 e surpreende pelas composições e qualidade das músicas. Thrash de letras politizadas, riffs rápidos e vocais rasgados. Tão boa que concordei em conceder um espaço nesse blog de assuntos e temas tão seletos para mostrar a vocês.

A formação tem além de Matheus Tassinari, Nicko Gialluca no baixo, Murilo Riot na outra guitarra e Cesar Destroyer na batera. Digo, excelentes músicos; tendo, ao dizer isso, a propriedade de já ter dividido o mesmo palco com Nicko, na época apenas baterista.

Porém, é de se impressionar a qualidade e o virtuosismo da banda. Matheus, o principal compositor, tem 16 anos de idade, e toca muito melhor do que a maioria de caras mais velhos que se metem a fazer uma banda de músicas próprias. Tanto que se me colocassem uma venda nos olhos, diria estar ouvindo uma banda experiente e amadurecida, nunca gente tão jovem.

Fica a recomendação. O pessoal tá começando, o som é bom... cabe a nós o incentivo. Já que reclamamos tanto quando vemos bandas de qualidade duvidosa por aí, está aí uma oportunidade de valorizar quem merece. São cinco músicas, vale a pena.

Link para baixar a Demo inteira

Canal no Youtube

Um comentário:

Marcos Antônio disse...

o som é bem legal mesmo, ainda mais quando vc diz a idad edo vocalista, com 16 e já canta assim. Realment eparece uma banda d eanos e anos de estrada...sucesso a eles!