sábado, 13 de dezembro de 2008

Poupar é preciso, mas... sem descaracterizar!


A FIA e a FOTA (Formula One Teams Association) anúnciaram as mudanças para a próxima temporada, e a longo prazo para 2010.

Para o ano que vem, além de todas as especificações aero-dinâmicas que já vimos, também teremos o término dos testes durante a temporada, os motores que agora terão que durar 3 finais de semana terão o máximo de 18.000 rotações p/ minuto, reduzindo assim em 1.000 rpm a imposição atual. Também restringiram o uso dos túneis de vento, assim nivelando um pouco as condições entre equipes ricas e menos afortunadas.

FIA e FOTA esperam com isso diminuir em cerca de 30% os gastos dos times, ou seja, até mesmo os grandes tremeram nas bases depois do caso Honda.

Em 2010 definidos por enquanto o fim do reabastecimento, e dos cobertores térmicos nos pneus. Teremos também motores-padrões, já acertado praticamente que será a Cosworth que os fará. Para não entrar em conflito com as montadoras foi autorizada a também produção própria, ou seja, quem não quer usar Cosworth faz o seu, logicamente atendendo as especifições do regulamento. Querem também diminuir as corridas (haha).

Tudo relativo a redução dos gastos eu concordo plenamente, embora achar que acabar com os testes seria sepultar a vaga de piloto de testes, preenchida sempre por pilotos novos, que viriam bem motivados querendo se mostrar para grandes equipes, além também de ser uma vaga para aprendizes, pena, porém GP2 existe pra isso afinal... parte boa é que os treinos de sexta-feira podem enfim ser úteis.

Com relação a 2010 discordo plenamente de tudo se não forem revitálizadas as ultrapassagens nas corridas de F1. De qualquer forma a F1 perde uma variável e tanto com a extinção do reabastecimento.

Quer dizer, por exemplo, que o cara que larga atrás com um carro bom/médio vai ter que andar muito se quiser chegar na frente, assim gastando pneus e equipamento. É preciso dizer que não estamos mais nos anos 80, os carros são muito mais confiáveis do que naquela época, tirando assim a variável de uma corrida com muitas quebras, e agora ainda com a redução da potência, fica mais dificíl ainda.

Quanto aos cobertores térmicos acho que ficará meio perigosa a saída de pit, os pilotos até podem se acostumar, mas a diferença será grande quando o carro que sair do box for brigar com alguém que já está na pista há mais de uma volta por exemplo.

Ainda não entendo pra que esse tipo de mudança, quer dizer que eles não acharam boas as temporadas 2007/2008?! Juro que não entendo esses cartolas...

2 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

bom texto speed. Mas acredito que todos o cortes foram por causa da redução de custos.Deixar as sexta-feiras pra fazer testes é uma bo aalternativa e o reabestecimento acabando em 2010 vai acabar com bo aparte da emoção.Podiam ter feito isso na época do Schumacher,assim ele não teria vencido tantas corridas assim...

Poleimizei agora! :p

abs

Leandrus disse...

Acho que o fim do reabastecimento criará inúmeras situações. Já li inúmeros prós e contras sobre isso. Acho que só mesmo quando chegar a temporada 2010 vamos ver se isso é uma boa ou não.

Speed, você mora em SP né? Se sim, tem como tu me passar teu e-mail? É que eu tô afim de assistir uns shows de metal que só vão em Sampa ano q vem e tenho umas dúvidas sobre a cidade, aí queria ver se tu pode me ajudar, rs

Ateh!