segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Aos Interessados!


Bem, desde que comecei a curtir Metal sempre tive um carinho especial pelo Iron Maiden(leia-se o cabeçalho do blog), aliás, que fã de metal não tem? Uma banda que nunca se esgotou em sua fórmula de sucesso, também renovar para que? como o visto no último disco a receptividade não seria tão boa quanto a dos CDs tradicionais.

Mas enfim o assunto não é esse, o fato é que o Iron Maiden desde o retorno de Bruce Dickinson no fim de 1999, tem visto os fãs com outros olhos. Não mais faz músicas para consumo e sim para uma espécie de "Marketing Pop" do Metal. Isso explica as milhões de coletânias lançadas desde essa data até hoje (Somewhere Back in Time), a promessa de lançar um disco ao vivo a cada disco de estúdio nessa nova fase da banda(leia-se aquela pataquada chamada "Death on The Road" em 2005) e também a visitação de paises fora da rota da maioria das bandas como India, Indonésia, Venezuela... e paises afins, de obscuros continentes longinquos da globalização do primeiro mundo.

Mas você pode perguntar: Isso não é bom? seria... se vendessem ingressos a preços aceitáveis.

O fato é que Harris e sua trupe, tem usado de sua fama últimamente única e exclusivamente para arrancar cada tustão dos fãs da banda com lançamentos desnecessários e com shows como o que farão em Março do ano que vem aqui no Brasil.

Qual é a deles ao cobrar R$350/R$140 num show?e ainda faze-lo no autódromo de Interlagos, um lugar que nem tem estrutura para que as pessoas consigam ver bem o show(leia-se a ausência de arquibancadas).

A desculpa para se fazer um show lá, foi que teriam mais espaço para quem não foi ao show desse ano ter a "oportunidade" de ir no ano que vem, papo furado(veja mais acima o "oportunista" preço imposto aos fãs).

Enfim, é uma pena que uma banda tão boa tenha virado para esse lado tão deplorável da música de hoje em dia, o capitalismo. Procurando leiloar apenas para os ricos uma arte que deveria ser de todos, a boa música.

O que não quer dizer que deixarei de ser fã da banda, muito pelo contrário, isso foi apenas uma crítica consciênte de um fã que se pudesse iria ao show, porém não pode e vai ter que engolir o sapo de não ir ao show de uma de suas bandas favoritas da qual sempre foi um fã fiel.

3 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

Cara esse preço é um absurdo!E pensar que fui assiti-los no Rock In Rio assisti o show deles por apenas 35 reais...

Leandrus disse...

P*** Marcos Antônio! A maior decepção da minha vida como headbanger é não ter ido no dia do Iron no Rock in Rio. Eu tinha só 13 anos e só conhecia Guns n Roses, aí lá foi eu ver Axl barriga Rose...

Fui no show de 2004 e esse ano fiz sacrifício para ir a São Paulo assistir o Maiden. Ano que vem poderei vê-los aqui no Rio, ainda bem. Eu não sei se a culpa do preço dos ingressos é da banda mesmo; pelo menos aqui no Rio, todos os ingressos de shows de heavy metal têm sido absurdos (o show do Iron está 140 em SP, o mesmo preço do Judas aqui). O Queen estava 180, Scorpions quase isso, Deep Purple 140 tb! O que não deixa de ser uma sacanagem...

Ateh! E já coloquei o link do teu blog lá no meu tb!

@LE$ disse...

ow,realmente as musicas que eu mais gosto sao as primeiras.Aces high,the number of the beast,the trooper,entre outras...Apesar de gostar de outras mais novas, meu gosto tende mais para o instrumental e menos para o vocal,embora o bruce cante muito e tenha uma voz tao alta e sem desafinar que deixaria muitas cantoras de opera no chinelo.Uma capa que eu realmente nao gostei do iron foi a dance of the death (Embora eu adore esta musica)feita por computador!onde este mundo chegou!os desenhos eram muito mais realistas e expressavam o que a banda era!só espero que esta capa de pixels nao traduza o que a banda esta se tornando.vos deixo agora.