domingo, 14 de junho de 2009

Para gostar de Joe Satriani (Volume 2)

Essa vai pro amigo Ron Groo:

Cryin', 4ª faixa do disco The Extremist de 1992. Ia colocar essa música nesse especial mais pra frente, mas graças a um comentário estou colocando-a antes.

As vezes algumas pessoas usam como argumento para criticar não só a Joe Satriani, mas a artistas de música instrumental no geral o fato de serem tecnicamente muito bons e não fazerem música para todos e sim para uma minoria de 1 entre 10 que sabem tocar algum instrumento e estão pagando para ver exibicionismo. De fato algumas vezes isso é verdade, é só você baixar qualquer disco do Yngwie Malmsteen, vai ouvir músicas parecidissimas, não só na melodia quanto nos improvisos enfadonhos hipermanjados por quem o ouve desde o Rising Force, e olhe que ele soa cansativo mesmo tendo um vocalista em 60% de suas canções.

Mas há exceções. Joe Satriani é uma delas, e essa música é tudo o que você precisa ouvir para saber disso. Ele cria uma melodia das mais envolventes e belas com absolutamente o necessário músicalmente falando, sem exageiros. Ao melhor estilo David Gilmour no quesito "feeling", e usando frases rápidas e diretas como Jimmy Page.

Enfim, tire a prova dos 9, aperte play e diga o que achou.

2 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

do kct, a música, Satriani mand amto mesmo, e como vc mesmo disse não é apenas um viruosismo barato,só pra se mostrar é técnica. Satriani não é virtuosismo é rock n roll da melhor qualidade!

Pedro disse...

Ah peraí, vc não pode falar que Malmsteen é chato... A proposito, já ouviu o Power Windows, do Rush?