domingo, 26 de junho de 2011

Mais do mesmo

**

Dá pra falar alguma coisa do GP da Europa? Dá até. Que foi uma corrida (muitíssimo) abaixo das expectativas. Que nem asas móveis foram suficientes para fazer de Valência um circuito digno de receber a F1. Que Vettel continua soberano e deixando claro que está num patamar técnico muito mais alto que os demais neste ano. Portanto, mais do mesmo.

Alonso num sólido segundo lugar, Webber a míngua num terceiro que deixou muito a desejar. Hamilton fez o que deu em quarto, Massa um pouco abaixo do esperado em quinto e Button num apagado e problemático sexto. Nada muito mais a acrescentar depois de dito isso. Destaque, claro, para Alonso que compensa o carro ruim da Ferrari com grandes atuações. Entre os primeiros, o único a vencer o incomum caminho das pedras de hoje: Ultrapassar nas zonas de ultrapassagem.

Aliás, aproveitando o gancho, gostaria de expressar minha indignação com a curva 10 (acho que até mais, a seção 8-10) do circuito espanhol. Matava todas as chances de ultrapassagens nas duas retas subseqüentes. Era interessante ver como o piloto de trás sempre chegava perto durante a volta e perdia todo o contato no momento da retomada de velocidade na travada 10, a curva logo adiante da ponte bonitinha e ordinária. Uma questão básica de lógica: Quem acelera primeiro, sai mais rápido e abre vantagem. Simples, porém não dominada por Seu Tilke.

Faço aqui por fim uma menção muito honrosa a Jaime Alguersuari. Correndo em casa, saindo de 18º e sob (muita) pressão interna, conseguiu “achar” em Valência um deslumbrante oitavo lugar que o deixa empatado com Buemi no campeonato de pilotos. Um grande resultado num momento mais do que oportuno. Vai ser uma briga interessante até (se chegar) o fim do ano.

Hoje o post saiu mais curto. Acho que esse GP não merece mais do que isso. Vai entrar na história sendo uma das três corridas de F1 que não tiveram abandonos, ao lado de Holanda 1961 e o recente GP da Itália de 2005. Mas que isso não seja tido como uma evolução do mundo da F1, pelo contrário (à parte a confiabilidade dos carros). Tem-se aí camuflado um retrocesso. Ser uma categoria que vende cada vez mais eventos do que corridas de verdade a seus espectadores. Tudo a troco de grana. Infelizmente corridas decentes e este circuito de Valência são coisas que não andam nem nunca andarão juntas. Mais do mesmo.

Por sinal, corrida... teve isso hoje? Esteve mais para desfile à beira mar.

**Foto meramente ilustrativa.

2 comentários:

Marcos Antônio disse...

vamos ver quem vai ser o...vice. rs

Ron Groo disse...

Ai sim... Fomos surpreendidos outra vez, diria Zé Gallo.

Eu esperava uma corrida melhor, apostava nos pneus de farinha e olha só... Não deu em nada.

Mas de boa, melhor nada com o Vettel ganhando, já que tem carro e braço de sobra, do que outros manés...