sexta-feira, 15 de abril de 2011

A faceta chinesa


É dito que todos os campeões têm seus dias de azar. Aqueles dias em que nada dá certo, e que uma simples ultrapassagem em um carro mais lento pode virar um desastre completo. No caso de Michael Schumacher esse dia, ou esses dias, aconteceram consecutivamente nas duas primeiras visitas da F1 ao circuito de Xangai, na China.

Em 2004 o alemão era o homem da temporada. Fora campeão em Agosto, ao fim do GP da Bélgica, e com uma bagagem de nada menos que 12 vitórias nas 14 corridas disputadas até ali. Mas na China... a sorte mudou. Na sexta-feira um problema eletrônico no carro era uma má profecia daquilo que seria seu fim de semana. A irritação do recém heptacampeão mundial com o problema- coisa rara durante aquela temporada - virou ira quando, em sua volta lançada durante o treino classificatório de sábado, perdeu o controle de seu F2004 na primeira curva do circuito de Xangai, dando belas duas rodadas completas até ir parar na caixa de brita (vídeo). Volta abortada. O alemão, do alto de seus sete títulos, largaria do box, no primeiro GP chinês de F1.

Na corrida, mais problemas. O primeiro deles em uma tentativa de ultrapassagem desastrada sobre o Jaguar de Christian Klien, na volta 11. Schummy colocou por dentro depois da grande reta sem totais condições de uma ultrapassagem segura. Resultado? Colisão e o abandono do austríaco com a suspensão destruída por Schumacher. Não satisfeito, Schumacher faria ainda mais. Após levar uma volta do quarto colocado Alonso, querendo acompanhar o ritmo do espanhol, Michael andava rápido, até que um erro de principiante na curva 13 faria o alemão rodar sozinho. Schummy estava irreconhecível.

A corrida já estava praticamente perdida quando, em outro golpe de azar, o pneu traseiro esquerdo de seu Ferrari furaria, a nove voltas do fim. Com sua corrida já terminada praticamente, Schumacher conseguiu ainda sair de Xangai pelo menos com um prêmio de consolação além do 12º lugar, a volta mais rápida, justamente no último giro da corrida.

Em 2005, um ano completamente diferente. Schumacher e Ferrari enfrentavam dificuldades com o carro mal nascido. Só haviam ganho uma corrida a temporada inteira, o GP dos EUA, quando apenas seis carros largaram. Uma (meia)vitória em 18 corridas, um ano depois do domínio absoluto em 2004.

Schumacher se classificou para a última corrida do mundial, na China, em um relativamente bom sexto lugar. Relativo em comparação ao domínio de 2004 que nem de perto se viu em 2005. A única pole position de Schummy neste ano fora na Hungria. Meia hora antes da largada, como de costume, os pits foram abertos para as voltas de instalação dos pilotos. Schumacher saíra do pit lane, e andava lentamente com seu Ferrari pela pista chinesa. Num descuido após a curva três, o alemão cruzou com seu carro o meio da pista, e o holandês Christijan Albers da Minardi, bem mais rápido, não teve como escapar do acidente bizarro (vídeo). Ambos foram obrigados a largar do Box e com o carro reserva.

Passado o vexame, na corrida Schumacher vinha num excelente ritmo. Com 20 voltas completadas o alemão já era 10º colocado. Duas voltas depois, o Safety Car fazia sua primeira visita à pista chinesa, graças a um ralo fora do lugar na curva dez. Schummy estava próximo de Massa, na Sauber, quando chegando à curva oito, o alemão tentando aquecer os pneus derrapa, perde o controle do carro e vai parar na caixa de brita, ficando por lá definitivamente. Sim, o grande Michael Schumacher estava fora da prova devido uma rodada durante um Safety Car. Inédito, mais ainda pra um heptacampeão de F1. Veja o vídeo abaixo, detalhe para a comunicação de rádio do engenheiro a Felipe Massa noticiando a rodada.

A história de Schumacher com o GP da China teria esse final pífio se em 2006 o alemão não usasse seu grande talento para vencer os imbatíveis Renaults de Alonso e Fisichella na chuva, naquela que foi sua última vitória na F1. De qualquer forma, não apaga as duas primeiras corridas do alemão em Xangai, que não foram mais do que vergonhosas e também, por que não dizer, muito curiosas.

Um comentário:

Marcos Antônio disse...

não lembrava dessas bizarrices do Schummy em 2005...acho q dormi nessa corrida...hahahahaha

bom post!