terça-feira, 26 de julho de 2011

OFF: Três anos


Lá se foram três anos desde a primeira postagem no dia 24 de Julho de 2008. De lá pra cá tivemos um hiato, cerca de um ano. A ideia permanece a mesma desde o começo. Queria um espaço em que pudesse ser quem eu sou e falar sobre aquilo que gosto: música e, sobretudo, corridas.

Aprendi muito nesse tempo que tenho o blog. Tudo começou numa madrugada onde criei o “monstro” sem pretensão alguma (por sinal, algo que continua inalterado; faço por amor). Aliás, pretensão teve sim, uma só: tentar escrever melhor. Ainda não alcancei a perfeição (como dá pra ver às vezes aqui), mas desde o início melhorei muito.

Havia chegado a uma parte da minha vida em que queria saber para o que eu “dava”. Nunca gostei de matemática; sempre gostei de corridas. Queria unir esta paixão - com a qual convivi desde que me dei por gente - a algo que me fizesse crescer. Foi daí que nasceu o blog e minha vontade de fazer faculdade de jornalismo. É... meu blog sempre foi e sempre será um laboratório.

Junto ao blog, também aprendi muito mais do que já sabia sobre automobilismo. Coisa que achei (e acho!) muito prazerosa. Troquei conhecimento com muitas pessoas que sabiam mais do que eu, e também, acho eu, trouxe coisas bacanas pra cá e que todos puderam aproveitar. E este é – se renovar e trazer coisas interessantes, por assim dizer – o principal desafio de se manter um blog nesse formato.

Por fim, gostaria de dizer que não sou à prova de falhas. Mas é praticando que se chega à perfeição, e é se mexendo que conseguimos nossos objetivos e metas. Ou seja, sonhos. Que venha o próximo ano e outros vários!

Agradeço a todos vocês que vêm aqui e me estimulam a continuar. Que comentam e que interagem pelo Twitter. Um salve.

Abraços.

"And still this childhood romance will not die"


2 comentários:

Ron Groo disse...

Nós é que agradecemos por você dar uma de Silvio Caldas: se despedir, mas sempre voltar.

Adorei a música.

Felipe Menezes disse...

Que bonito, você tem sentimentos! shaiheuiheu...
Feliz Niver, S'n'T!