terça-feira, 27 de janeiro de 2009

A Númerologia e a F1




Estou vendo em muitos blogs, sites e mundo afora muita discussão sobre os números da Ferrari, "- quem será o número 3? Kimi ou Massa?" O pessoal dá tanta importancia a isso e não vê que isso na realidade não tem a menor importância, quer dizer, isso não rotula quem é o primeiro e quem é o segundo piloto, são meros números nesse caso.

Existem milhões de histórias na F1(e no automobilismo) de pilotos com números maiores que seus companheiros de equipe que chegaram na frente dos mesmos em campeonatos e até tinham preferência na equipe. Um ótimo exemplo é o tratamento dado a Mika Hakkinen e David Coulthard na McLaren em 1998. DC tinha o 7 e Mika tinha o 8, e nem por isso a equipe via David como primeiro piloto do time, muito pelo contrário, mesmo David ficando na frente de Mika em 1997 o time claramente tinha Hakkinen como o favorito, pode se ver isso logo na primeira corrida do ano de 1998 e ao longo da estádia de David e Mika na escuderia de Working...

...Onde quero chegar? não é o número do carro que vai decidir o campeão desse ano, a Ferrari vai ter que tomar uma decisão neutra no começo do mundial, se Massa vier melhor que Kimi como no ano passado ele será o primeiro piloto, se Kimi vier melhor que Felipe como em 2007 será o primeiro do mesmo jeito que seria com Massa, sem influencia da númerologia, nem astros, nem signos, nem nada...(como foi no ano passado mesmo se tratando do número 1 de Kimi)

Por tanto não é o número do carro que decidirá a preferência a favor de ninguém... mas botando uma lenhazinha na fogueira veja isso no site oficial da F1.

2 comentários:

Felipão disse...

Isso é verdade, Speed. Até em outras categorias, o cara nem liga para número 1... usa o mesmo de sempre...

Marcos Antônio Filho disse...

como felipão falou isso é verdade. vide o Valentino Rossi,que ama o #46...