segunda-feira, 3 de novembro de 2008

E a vida continua...


Quem poderia apostar numa decisão de campeonato dessas? Chuva a dois minutos do início da prova, largada atrasada em 10 minutos, largada com acidentes, Safety Car, Massa inpecável na chuva (!!!), chuva de novo nas 6 últimas voltas, Vettel em uma de suas melhores atuações passando Hamilton há 3 voltas do fim, Glock numa estratégia suicída que quase dá certo, Massa quase campeão, título decidido na última curva e... Hamilton campeão merecidamente, Ufa!
A corrida foi das mais vibrantes, Massa não chegou a ser ameaçado mesmo de baixo de chuva e ontem foi o piloto do dia. Hamilton pode não ter feito muita coisa ontem, porém fez um campeonato impecável e foi mais agressivo que Massa durante o mundial, justiça seja feita. Mas 2009 está ai, e Massa tem tudo para fazer um grande campeonato, e quem sabe com a maturidade adquirida nesse ano pode vir a ser campeão, não seria de se estranhar, Felipe "tirou carteira de craque" nesse ano. O que lhe falta ao meu ver é versatilidade, é imbatível em algumas pistas e em outras acaba não tendo um desempenho tão bom, isso precisa ser consertado ainda.
Glock será questionado até fim da vida por seu ritmo lento na última volta em Interlagos, já começaram as teorias de conspiração de que Timo teria dado a posição de propósito. Não acredito, Glock e Trulli viraram práticamente o mesmo tempo na última volta do GP, digo que se isso foi teatro merece um Oscar. Atuação perfeita digna de Hollyhood.

O momento fatídico
Para Rubinho e Nelsinho o momento é complicado, Nelsinho rodou e bateu sozinho na curva do sol na largada, não tem perdão. Para Barrichello é momento de pensar melhor no quer para o ano que vem. Quem sabe para ele possa ser uma boa parar agora, embora ainda ache que ele ainda tem gás para mais um ano, vamos ver.
Ano que vem promete muito, resta saber o que nos reservam as mudanças no regulamento. Sei lá depois de uma ano assim fico meio cabreiro quando olho um pacote tão revolucionário de mudanças para o próximo ano, como dizem em estádios de Futebol pelo país "- Qualé doutor? Em time que se ganha não se mexe!"

Éca!
Descorrerei mais sobre esse tema ao longo das "férias" e dos testes de inverno, uma coisa está certa, os carros estam feios de doer e com a exclusão de Montreal do mundial a F1 só tem (e muito) a perder.

Um comentário:

Marcos Antônio Filho disse...

Esse aerofóliozinho foi estranho mesmo,mas se isso form elhorar as ultrapassagens sem precisar que chova pra isso,e o mais importante pros chefões das equipes,se cortar gastos,que seja bem-vinda a nova F1 então.