terça-feira, 17 de março de 2009

Do vinho para a água


E a FIA mais uma vez apronta das suas... lembram do sistema de medalhas do velho gagá Bernie Ecclestone em Dezembro propôs e acabou desistindo? pois bem... Max Mosley levou a idéia adiante mas piorando aquilo o que era impossível de ser piorado instituindo hoje um sistema parecido com aquele proposto. Agora para ser campeão valerá o número de vitórias obtidas ao longo do ano, pois bem, a regularidade está estagnada a ser mero critério de desempate. A regularidade que fez Nelson Piquet campeão 3 vezes, a regularidade que fez Hamilton campeão ano passado, está abolida.

Verdade é que existem dois lados, o primeiro: Se realmente a F1 vier a ficar mais junta, como as regras aerodinâmicas tem o intuito de fazer, pode fazer ALGUMAS corridas ficarem mais legais, principalmente no começo do ano.

Agora a outra face: Em corridas que alguém disparar na frente, ou se tivermos uma equipe que tenha o melhor carro perante as outras em certa altura do mundial a F1 ficará altamente monótona. Quem disputará as corridas do 2° ou 3° lugar para trás, vai ficar muito acomodado, principalmente se tiver um carro que consiga ganhar algumas corridas no ano para frente, pois estará lutando nesses casos, por porcaria nenhuma. Ganhará no fim das contas o melhor carro não o piloto mais consistente e completo.

Se alguém do grupo da frente tiver problemas na classificação por exemplo, pode desistir da corrida para poupar o equipamento para a próxima prova, onde terá maiores chances de ganhar. Isso privilegiará demais o jogo de equipe abolido depois daqueles episódios de 2001/2002 na Austria, pois imagine se por exemplo em uma corrida no meio do mundial Kovalainen estivesse em 1º com Hamilton em 2º, esse seria além dos dois pontos tradicionais um belo motivo para que Kova encostasse seu carro para que Lewis ganhasse a prova, isso é, no caso de pontuação ainda poderiam abrir consseções (afinal seriam apenas 2 pontos), mas nesse caso por exemplo Hamilton teria de ganhar no jogo de equipe pois essa seria uma vitória em 16, não podendo ser descartada.

Enfim, os pontos tradicionais (10 1º-8 2º-6-5-4-3-2-1) continuarão a ser computados aos que não ganharem provas. Mas essa muidança pode transformar aquilo que podia ser uma temporada belíssima em porcaria fazendo um título ser decidido com 3 ou 4 provas de antecedência. Será que eles não gostaram de como foi o campeonato do ano passado? ou o de 2007? os quais tivemos decisões apertadas em corridas emocionantes.

Realmente um sistema ridículo bolado por dois homens que deviam estar fora da FIA faz tempo. Defendo ainda a tese que foi defendida pelo nosso amigo Speeder_76 em uma coluna opinativa, a FIA precisa de "Obamas" no sentido de inovar em sua cúpula. Parabéns Max, parabéns Bernie, vocês acabaram com o meu dia! (tenho certeza de que não foi só com o meu...) vão pasta!

3 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

Acabou com meu dia tb! fikei muito p8to com isso, essa temporada tinha tudo pra ser incrível como no ano passado e eles destruiram tudo.
go to hell Max and Bernie, GO!

Felipe Maciel disse...

Foi um golpe para todos que criavam grandes expectativas sobre a temporada que está prestes a começar. Um verdadeiro anticlimax graças a uma regra tão lamentável.
Isso simplesmente não é Fórmula 1.

Leandrus disse...

Meu maior medo é ver pilotos desistindo de corridas e equipes apelando para o jogo de equipe, como vc deixou claro. A princípio, não gostei da regra e ainda acho que vamos ver um monte de falhas nela durante o campeonato. Espero estar errado, mas podem ter acabado com um campeonato que tinha tudo para ser excelente.

Ateh! E eu ainda vou ler e comentar na sua resenha do show do Iron Maiden, ainda hoje quando eu tiver tempo!