domingo, 29 de março de 2009

Histórico


Há um mês atrás quem apostaria, ou melhor, pensaria numa coisa dessas? Enfim na época aquilo povoava meus pensamentos mais surreais, das fantasias que sempre minha cabeça promove antes dos mundiais, e hoje aconteceu... Button ganhou o GP da Austrália com Barrichello em 2º, uma dobradinha para uma equipe estreante na F1 moderna, a cara F1, a F1 das olígarquias, enfim o que presenciamos hoje foi algo histórico que será lembrado para sempre quando falarmos em feitos na F1, um intruso chegando e literalmente quebrando a banca.

Falando da corrida, Jenson Button ganhou com certa folga até, ganhou de ponta a ponta mas sempre com o 2º colocado a menos de 10 segundos. Pois bem, Jenson apenas forçou o necessário para ganhar, nada de querer impor vantagens astronômicas, e se quer saber, acho que o inglês tinha carro pra isso.

Rubinho foi 2º, salvo pelo gôngo, pois largou mal por conta de probleminhas com a seleção do câmbio e perdeu varias posições na largada, foi tocado por Kovalainen na primeira curva e bateu em Webber o que causou a confusão na 1ª curva. Com o bico avariado Rubinho tentou passar Raikkonen e bateu no finlandês. Trocou o bico no box e voltou para a prova, imprimiu bom ritmo e concseguiria um bom 4º lugar, mas graças a Vettel e Kubica que se enroscaram conseguiu novamente seu 2º lugar, completando o bom dia da Brawn.

Em 3º Hamilton, que ganhou a posição de Trulli com a desclassificação do italiano da Toyota, que aparentemente passou o inglês durante o Safety Car após uma saída de pista. E de fato acompanhando a corrida pelo Live Timing do site da F1 notei isso já que Hamilton passou a frente de Trulli na linha de chegada há 2 ou 3 voltas do fim.

Mas falando de Hamilton, honrou o emblema do tradicional time de Working no bico de seu carro, fez grande apresentação sendo combativo e fazendo corrida consistênte apesar de não ter aparecido tanto. Kovalainen ficou na 1ª curva depois da batida que envolveu, Barrichello, Webber, Sutil e Bourdais, levou o carro ao box mas sua suspensão havia se quebrado.

Trulli coitado... foi 3º mas foi desclassificado, uma pena, um 3º para quem havia largado de último, mostrando que a Toyota em corrida tem um bom carro. Seu companheiro Glock fez a honra da casa ficando em 4º com a desclassificação de Jarno, e depois bela disputa com a Alonso.

Falando do enrosco de Kubica com Vettel, aconteceu aquilo que o próprio Robert profetizou na pré-temporada, a dificuldade com a qual os pilotos teriam de se acostumar com a nova dimensão do spoiler. Nítidamente é possível notar pelas imagens, que faltou aos dois, além de bom senso, a referência do novo bico já que Kubica botou por fora de Vettel e fechou a curva sem querer em cima do spoiler do alemão, que por sinal também pelo jeito que forçou não se deu conta do bico maior. Enfim, a batida depois foi causada individualmente pela mesma coisa, afobação, e a falta de intimidade com a nova aerodinâmica já que com pouco downforce traseiro ficaria fácil bater sem o bico gigante que prendia bem o carro no chão. Sebastian pela batida foi considerado culpado e vai perder 10 posições no grid da Malásia.

Nelsinho fez mais uma vez uma apresentação pífia, a desculpa de freios frios é demais para mim, podia té estar, mas sabendo disso Piquetzito não deveria ter feito o que fez no roda a roda com Rosberg. Ele que se cuide já que Grosjean está lá pertinho, apareceu nas câmeras o fim de semana inteiro. Alonso honrou com bela atuação mesmo tendo se dado mal na primeira curva com a confusão chegou em 5º.

A Williams, corrida boa de Rosberg atrapalhada pelo excesso de desgaste do pneu macio que fez o alemão perder nada menos que 4 posições em uma volta, ficou no final em 7º (que virou 6°) por causa do Safety Car, senão Nico teria perdido mais posições. Já Nakajima errou sozinho e bateu na volta 17 provocando a 1ª entrada do Safety Car.

A Ferrari fez corrida apagada com Raikkonen, o finlandês errou bateu sozinho em certa parte da prova e sempre esteve apático, encostou no finzinho por conta de um problema no diferêncial. Massa fazia boa corrida até ser atrapalhado pela tática da Ferrari, mesmo assim chegaria em 4º não fosse seu problema de suspensão, uma pena para Felipe que perdeu assim pontos importantes.

Toro Rosso acabou fazendo boa corrida com o estreante Buemi em 7º e Bourdais, talvez o piloto mais apagado do fim de semana, em 8º. Lucro para o time B que mas uma vez começa o ano na frente do A, algo que provavelmente só durará até a próxima corrida, mas vá lá, uma conquista para Toro.

Enfim corrida histórica, além da dobradinha da Brawn ela entrará na história por ser a 2º corrida da história a acabar com Safety Car (1ª foi Canadá 1999). O que será na Malásia? a nova F1 mostrou-se muito boa em Melbourne, vamos semana que vem para o primeiro autódromo permanente e que segue mais ou menos a mesma linha dos "Tilkeficados", Sepang, lá teremos a noção exata de o quanto a F1 mudou e se as ultrapassagens foram ressucitadas.

Mudem os livros de história já... um capítulo importante foi contado hoje na Austrália.

7 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

Corrida histórica, meu caro! a Brawn mostrou que uma equipe garagista pode vencer sim! é favorit pra no mínimo as próximas 3 etapas. e a Williams? Tá com um carro rápido, fizemos a volta rápida, mas essa estratégia foi meio falha, era pro Nico estar no pódio.

Felipão disse...

E a F1 tem nos brindado com grandes momentos...

Ainda bem ,depois de tantos anos de corridas monótonas e sem emoção...

Bruno Santos disse...

Alguém lembrou que os carros são feios? Qualquer carro disputando as curvas e nos brindando com ótimas disputas. Todas as expectativas do novo regulamento foram atingidas, muita competitividade.
Cenas inesquecíveis do pódio, mostrou como a equipe tá unida. Novos tempos na Fórmula 1...ainda bem...
Semana que vem já tem mais...outro domínio da Brawn? Acho que sim, então Barrichello terá que fazer tudo diferente e superar o Button.

Ron Groo disse...

Historico mesmo...
E nesta ultima foto o Ross ta malhando o ouvido do Barricas... e ele como sempre, tá dando desculpinhas...

Blog F1 Trulli disse...

a corrida foi ótima, é uma F1 realmente diferentes, as regras conseguiram comprir sua meta, pq o melhor foi ver o equililíbrio dos carros. Nem a Brawn abrir grande vantagem, ta todo mundo muito próximo.

bom eu só lamenta a punição de Trulli, talvez (pouco provável) a apelação da toyota dê certo pq hamilton parou na frente d Trulli...

Abração
http://f1trulli.blogspot.com/

Blog F1 Trulli disse...

ah esqueci, já te add la tb
vamos na torcida por Trulli hauahuah

Leandrus disse...

Pois é, uma ótima corrida que certamente vai entrar para a história da F-1. Agora o Tomé aqui vai ter que aceitar; a Brawn GP tem mesmo um ótimo carro e vai dar trabalho até pelo menos metade do campeonato. Depois, vai contar e muito o desenvolvimento das equipes durante o campeonato.

Parece que o Kimi Raikkonen ainda não acordou. Depois das más performances no final do ano passado, teve outra fraca, não conseguiu segurar Rosberg e Rubinho (mas aí o carro conta tb) e ainda bateu sozinho! Que será que precisam fazer, aumentar o estoque de bebidas dele? Enquanto esteve na pista, Massa teve um desempenho bem melhor que o dele, provavelmente teria um bom resultado como Hamilton teve.

Não estou muito animado com o GP da Malásia, não gosto muito do circuito de Sepang. Mas fico no aguardo assim mesmo. Ateh!