domingo, 19 de abril de 2009

Dilúvio, mas talento não borra


E a chuva veio, mas mais do que castigar os meros pilotos presenteou o alemão Sebastian Vettel, com a oportunidade de ganhar a corrida praticamente de ponta a ponta sem ser ameçado em nenhum momento. Está pintando ai pessoal um novo gênio da F1, um cara que até agora pouco errou e muito já mostrou, e o GP da China de 2009 só é mais uma afirmação desse talento, que nesse ano tudo leva a crer que passa de ser promissor e começa a virar realidade. A corrida começou com um necessário Safety Car. As condições eram muito ruins para uma largada normal, assim sendo dificilmente os carros passariam das duas primeiras curvas sem um acidente.

O 2º foi Webber completando o bom dia da Red Bull, 1ª vitória e 1ª dobradinha. Fez uma boa corrida o australiano, ficou a abaixo de Vettel mas foi combativo e pela estratégia de menos combustível ganhou a posição de Button na pista. Enfim 2º lugar a melhor classificação da vida do australiano na F1.

Button mais uma vez mostrou se competente, chegou em 3º fazendo corrida discreta mas precisa. Continua em 1º no mundial e sai de Xangai absolutamente no lucro tanto com relação a campeonato, tanto quanto com relação a disputa interna com Barrichello. E Barrichello como eu já acretitava que seria mas tinha medo de dizer, fez corrida apática. Não que ele não devesse ter tido problemas em algum trecho da prova, não duvido disso, mas Rubinho mais uma vez deixou muito a desejar. Chegou nada menos que 19 segundos atrás de Button, com em tese o mesmo carro. Sobrou ainda uma volta mais rápida, quando a pista estava secando, que desde o GP do Japão de 2004 Rubinho não marcava.

Ferrari. Outra corrida para esquecer, Raikkonen nem parecia que estava competindo de tão acanhado que estava e tantas ultrapassagens que levou, sobrou para ele um desagradável 10º lugar, por puro braço. Massa que fez uma corrida na chuva inêsperadamente gênial e tinha uma estratégia que podia leva-lo ao pódio ao final da prova, foi traido mais uma vez pela confiabilidade da Ferrari tendo problemas eletrônicos durante o Safety Car, simplesmente parando na pista. Hoje, ou então amanhã, na tal conferencia da Ferrari, o brasileiro vai poder falar o que quiser, quando e na hora que tiver afim, já que o time está muito aquém nesse momento de suas qualidades como piloto.

Na McLaren uma surpresa, Kovalainen convincêntemente a frente de Hamilton. O inglês parecia no início que faria uma boa corrida, mas rodou 3 vezes durante a prova e numa dessas rodadas, foi passado por Heikki. Kovalainen que não cometeu erros em sua corrida mesmo saindo mais de trás chegou numa honravel 5º posição depois de duas corridas ruins nas quais não tinha completado sequer uma volta. Sobrou para o campeão de 2008 o 6º.

A Renault não teve o que fazer, como já era esperado o R29 não tembom ritmo de prova somado a uma estratágia ruim de parar durante o 1º Safety Car, a corrrida de Alonso foi arruinada. Sobrou um 9º lugar para o asturiano. Já Nelsinho como ele mesmo disse fez a pior corrida da vida. Saiu da pista de tudo quanto foi jeito e parecia perdidinho em Xangai. Nas duas rodadas que deu quebrou o bico, com direito a na última uma abanada negativa de cabeça por parte de Briatore. Se eu fosse o italiano já tirava Nelsinho de lá hoje.

A Force India quase mais uma vez pontuou com Adrian Sutil, porém a 6 voltas do fim o alemão 6º colocado rodou e bateu de frente na curva 5. Realmente uma pena, já que Adrian havia saido de 18º, e vinha em excelente corrida de recuperação ultrapssando quase todos os pilotos na pista.

Outra atuação primorosa tiveram 2 pilotos, os 7º e 8º colocados da prova, Glock e Buemi. Timo saindo 19º e chegando a 2 pontos e de Buemi no qual ninguém apostava no iníco do ano chegando mais uma vez aos pontos. Corrida magnífica. Coisa bem diferente do que tiveram Trulli e Bourdais seus companheiros de equipe que decepcionaram, Sebastien por sinal rodou durante o Safety Car enquanto estava na zona de pontos. E Trulli vinha perdendo muito rendimento nas primeiras voltas até ser atropelado por Kubica, outro que fez uma corrida horrorosa.

Semana que vem Bahrein, e lá, quem sabe, teremos a primeira corrida normal da temporada 2009... posso dizer que nunca tive tanta ansiedade! a F1 está imperdível!
Veja o resultado da prova.
1°. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1h57min43s485 (56 voltas)
2°. Mark Webber (AUS/Red Bull), a 10s970
3°. Jenson Button (ING/Brawn), a 44s975
4°. Rubens Barrichello (BRA/Brawn), a 1min03s704
5°. Heikki Kovalainen (FIN/McLaren), a 1min05s102
6°. Lewis Hamilton (ING/McLaren), a 1min11s866
7°. Timo Glock (ALE/Toyota), a 1min14s476
8°. Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso), a 1min16s439
9°. Fernando Alonso (ESP/Renault), a 1min24s309
10°. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), a 1min31s750
11°. Sébastien Bourdais (FRA/Toro Rosso), a 1min34s156
12°. Nick Heidfeld (ALE/BMW), a 1min35s834
13°. Robert Kubica (POL/BMW), a 1min36s853
14°. Giancarlo Fisichella (ITA/Force India), a 1 volta
15°. Nico Rosberg (ALE/Williams), a 1 volta
16°. Nelsinho Piquet (BRA/Renault), a 2 voltas

7 comentários:

Felipão disse...

Como sempre, ótima coluna. Agora, quem foi mais ultrapassado??? O Trulli ou o Raikkonen??? Atuação péssima desses dois...

Leandrus disse...

É Speedking, a F-1 esse ano tá dando gosto de assistir, nem reclamei tanto de ter de acordar de madrugada para assistir as corridas. Ah, se fosse sempre assim...

Tudo bem que o carro nasceu ruim, mas não conquistar nenhum ponto nas 3 primeiras corridas já é demais para a Ferrari. Raikkonen parece que não acordou do sono profundo do ano passado e foi ultrapassado por quase todo mundo. Já Massa colocaria a equipe num patamar decente se não fosse traido tantas vezes pelo seu carro nesse ano. Realmente, ele tem todos os motivos para reclamar.

Grande corrida da RBR, principalmente de Vettel. Foi bom para mostrar que um difusor só não faz verão.

Ateh!

Bruno Santos disse...

São nesses detalhes que o Barrichello vai perdendo espaço. O Button vai abrindo pontos na frente e vai sobrar ao brasileiro o escoltar.
Massa vinha bem, exterminando qualquer assombração de pista molhada, mas a Ferrari o deixou a pé.
Tirar o Nelsinho hoje? Infelizmente ele não deveria nem estar lá esse ano. Os diretores de transmissão estavam espertos, todo passeio do brasileiro, mostravam o Briatore em seguida.
O que dizer do Sutil? Vinha novamente para marcar seus pontos e rodou. Buemi fez ótima corrida, mas quase tirou uma RBR da prova, ao bater na traseira.
O campeonato segue imprevísivel e ainda não consigo traçar um panorama completo. Também estou ansioso pela próxima e que vai vir logo.
Abraços e ótima análise.

Marcos Antônio Filho disse...

Vettel tem um potencial incrível, pra mim é favorito pro título.Red Bull e Brawn vão disputar esse campeonato, pensei que Toyota e Williams fossem entrar no bolo,mas pelo visto...

Ron Groo disse...

Fenomenal!
Diluvios não borram talentos.
Curioso é que uns e outros louvados por andar bem, na chuva estavam apagados.
Por que seria?

GUSTAVO disse...

É verdade bela corrida do vettel é um grande piloto tomara que ele vença mais corrida.
pena que o felipe massa saiu da corrida dava numa posição muito boa com chances de chegar ao pódio,
nelsinho sem comentarios.

Abraço
By Gustavo

Ylan Marcel disse...

Vettel ainda luta por este campeonato...